CARBOCISTEÍNA - ALISA CABELO?

Webnode
10/07/2011 14:57

    

     Em junho de 2009, a Agencia Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu o uso de formol em produtos cosméticos. Os artigos foram retirados das prateleiras de supermercados, farmácias, drogarias e armazéns. A partir daí, as indústrias de cosméticos passaram a apresentar produtos alternativos ao formol. Foram desenvolvidas fórmulas á base de  carbocisteína, sozinha ela não alisa os cabelos, por isso é necessária a sua associação com outra substância, aí é que entra o Ácido glioxílico.

      Esses dois ativos podem ser misturados porém possuem funções diferentes no fio.A  carbocisteína é derivado de um aminoácido, a L-Cisteína, e é usada a anos como expectorante pela industria farmacêutica e mais recentemente em tratamentos capilares.  Mas, ? alisa? cabelo? Não! Para que isso aconteça, é necessário que se altere as pontes de enxofre no cabelo, que é quem determina a sua forma.E NUNCA que um aminoácido fará isso por si só.Se você pegar um cabelo muito detonado e usar algum cosmético de tratamento, ele PODE VIR a aparecer mais liso porque simplesmente foi tratado.

"O Ácido Glioxílico é uma forma modificada de ácidos que ocorrem na maioria das plantas e micro-organismos. Esse ácido libera substâncias (aldeídos) que promovem a quebra de pontes de cistina. Por ter um pH ALTO, quando aplicado no cabelo, dilata a sua estrutura e abre a cutícula, permitindo assim a entrada do ativo alisante, para que ele possa agir no interior do fio. Ou seja no córtex. Lá altera boa parte das pontes de enxofre, que ficam entre dois aminoácidos chamados de Cistina, um dos 18 aminoácidos que formam a fibra capilar e é responsável pela sua resistência e forma. Com esse rompimento, o profissional dá a forma desejada às madeixas." 

" O  uso desses ativos é algo bem recente, diversos estudos ainda estão em andamento, mesmo assim ambos não apresentam restrição junto a anvisa, são registrados como GRAU 1, ou seja, cosméticos destinados a proteção ou tratamento dos fios que levam a denominação: Shampoo, Condicionador ou defrisante."

Concluindo, é algo muito novo, enquanto não se concluem os estudos em cima destes ativos, nos vamos trabalhando nos cabelos de nossas clientes. Por enquanto os resultados são bem positivos.

 

Rosana Rosa

01/07/2011